Fábio Motta/AE
Fábio Motta/AE

Prefeitura do Rio interdita prédios com risco de desabamento

Moradores ouviram estalos durante a madrugada e acionaram a Defesa Civil; quarteirão foi esvaziado

Solange Spigliatti e Clarissa Thomé, Central de Notícias e O Estado de S.Paulo

10 de dezembro de 2009 | 09h27

Oito imóveis foram interditados na madrugada desta quinta-feira, 10, em um quarteirão no centro do Rio de Janeiro, por risco de desabamento, informou a Defesa Civil municipal. Entre os prédios está o do número 22 da Rua dos Inválidos, que se deslocou cinco centímetros do edifício ao lado. Nesta tarde, engenheiros fizeram o escoramento do local.

 

Moradores ouviram estalos durante a madrugada e acionaram a Defesa Civil, que interditou dois prédios onde moram cerca de 200 pessoas, uma casa térrea, três sobrados e uma igreja. Todos os moradores foram retirados. Ao todo, 210 famílias tiveram de deixar suas casas.

 

Os agentes estão analisando e monitorando os imóveis e acompanhando os moradores até suas residências, um por vez, para a retirada de documentos e pertences.

 

VEJA TAMBÉM:
Quase 900 famílias foram afetadas pelas chuvas em SP

De acordo com a Defesa Civil, há a suspeita de que a construção de um prédio próximo tenha provocado os estalos e rachaduras nos imóveis. A obra foi paralisada. A igreja interditada é a Santo Antônio dos Pobres, que foi frequentada por D. João VI.

  

 

 

Vão entre os dois prédios formou-se durante a madrugada. Foto: Fábio Motta/AE

 

Atualizado às 14h28 para acréscimo de informações.

Tudo o que sabemos sobre:
desabamentoprédiosinterdiçãoRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.