Prefeitura do Rio lança projeto de reurbanização do centro

A Prefeitura do Rio começou hoje a promover o uso residencial da região central e portuária da cidade, num megaprojeto de reurbanização. A idéia é revitalizar prédios abandonados, que antes eram destinados ao setor industrial, além de construir conjuntos habitacionais para classe média, comunidades de baixa renda e universitários em prédios de propriedade do governo federal.A idéia, segundo o secretário de Urbanismo da Prefeitura, Alfredo Sirkis, é demolir ou reformar pelo menos 14 imóveis que estão "sub-utilizados". Entre eles, está a atual sede da Polícia Federal e do INPI, onde também está situada a Rádio Nacional. No total, seriam construídos 12 mil apartamentos numa primeira fase, informou o secretário. O acesso às novas habitações se daria por financiamento facilitado da Caixa."Estamos buscando empresas estrangeiras e nacionais que possam investir na construção destas unidades e ao mesmo tempo habilitar outros imóveis para que sejam transferidos os serviços que atuam no local hoje", explicou. Todos os projetos devem demandar investimentos de R$ 3 bilhões em dez anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.