Divulgação/Prefeitura do Rio
Divulgação/Prefeitura do Rio

Prefeitura do Rio proíbe caixas de som nas praias

Quem desobedecer terá o equipamento confiscado pela Guarda Municipal

Roberta Jansen, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2022 | 17h10

RIO - Nada de música nas praias do Rio de Janeiro a partir desta terça-feira, 26. Para quem reclamava das escolhas musicais dos ocupantes da canga ao lado, a Prefeitura decretou a proibição das caixinhas de som nas areias. O texto, publicado no Diário Oficial, diz que “quaisquer meios de amplificação sonora que causem poluição sonora nas faixas de areia da cidade” estão proibidos.

Segundo o decreto, só está liberado o uso de caixas de som para “promoção de atividades desportivas ou de lazer”, devidamente autorizadas pela Prefeitura. Outra exceção é a realização de eventos musicais na orla, também com autorização prévia.

A Guarda Municipal está encarregada de coibir o descumprimento da regra. Quem desobedecer terá o equipamento confiscado pelos agentes, mediante emissão de “termo de retenção de equipamento sonoro”. O objetivo do decreto é tornar eficazes as medidas de controle e fiscalização das fontes de poluição sonora nas praias e parques da cidade.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.