Prefeitura do Rio reconhece falhas na infraestrutura

'Não há sistema de drenagem que dê jeito à chuva que caiu no Rio desde ontem, mas precisamos de algumas reformas estruturais', disse secretário municipal de Conservação

Bruno Boghossian, Fabiana Marchezi e Solange Spigliatti - estadão.com.br

06 de abril de 2010 | 11h03

Ruas alagadas na Leopoldina, no centro do Rio. Foto: Tasso Marcelo/AE

 

A prefeitura do Rio assumiu a responsabilidade pelo caos provocado pelo temporal que cai na cidade desde a madrugada. O secretário municipal de Conservação, Carlos Roberto Osório, reconheceu a necessidade de realizar reformas nos sistemas de drenagem da cidade para evitar novos transtornos. "Não há sistema de drenagem que dê jeito à chuva que caiu no Rio desde ontem, mas precisamos de algumas reformas estruturais."

 

Veja também:

linkLula e Cabral pedem para que população deixem áreas de risco

linkChuva cancela mais da metade dos voos no Santos Dumont

linkLula coloca Marinha e Aeronáutica à disposição do governo do Rio

linkNúmero de mortos passa de 90; cidade entra em alerta

linkEm 12 horas, chuva ultrapassa o dobro esperado para o mês

mais imagens Galeria de fotos: chuvas no Sudeste

 

"O momento é sério, momento de ter serenidade", disse o governador do Rio, Sérgio Cabral, chegar ao hotel Copacabana Palace, zona sul do Rio, onde tinha um rápido encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

 

A forte chuva também levou Lula a cancelar sua visita ao Morro do Alemão, no subúrbio, onde inauguraria na manhã desta terça-feira, 6, uma creche e a maior Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Estado. A Defesa Civil municipal entrou em estado de atenção às 17h de ontem e manteve as equipes nas ruas.

 

Algumas das principais vias da cidade ficaram completamente alagadas desde o início da noite de ontem e a chuva que continua a cair durante a manhã impedem o escoamento total. "Nós não sabemos se chegamos ao pior momento. Enquanto a chuva persistir, dificilmente a situação de alagamentos vai mudar", afirmou o prefeito Eduardo Paes.

 

Leia ainda:

linkEm meio ao caos, cariocas recorrem ao Twitter

 

Texto atualizado às 11h55.

Mais conteúdo sobre:
chuvas no RioRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.