Prefeitura do Rio removerá 119 favelas em áreas de risco

R$ 244 mi serão investidos no projeto, que abrange mais de 12 mil domicílios; remoção ocorre até fim de 2012

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

08 Janeiro 2010 | 16h32

A Secretaria Municipal de Habitação do Rio informou na tarde desta sexta-feira, 8, que 119 favelas serão removidas integralmente por estarem em regiões não urbanizadas. Estudo inicial do órgão aponta que cerca de R$ 244 milhões serão investidos no projeto.

 

O órgão destacou que 12.196 domicílios localizados em áreas de risco, como beiras de rios e encostas de morros, áreas de proteção ambiental e públicas serão removidos até o final de 2012. O número de domicílios a serem desocupados pode aumentar, pois o órgão que encerrará um mapeamento mais detalhado do projeto dentro dos próximos 30 dias.

 

Entre algumas das comunidades que serão removidas estão a Indiana, na Tijuca, e a Serra do Sol, em Santa Cruz. No total, as favelas ocupam uma área de 2,34 milhões de metros quadrados. Os moradores afetados pelo projeto serão incluídos no programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, ou comprarão um imóvel através de aquisição assistida.

Mais conteúdo sobre:
Riofavelas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.