Prefeitura regulariza moradia de 3 mil famílias em SP

A prefeita Marta Suplicy (PT) entregou neste sábado 3 mil títulos de moradia para famílias que vivem em áreas públicas municipais já regularizadas.Durante a cerimônia, que contou com a presença do ministro das Cidades, Olívio Dutra, e do presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Jorge Mattoso, foram assinados ainda o contrato de repasse de R$ 18 milhões para a compra e construção de prédios habitacionais e o termo de cooperação para reabilitação do centro da cidade.Para a dona de casa Tereza Francisca de Almeida, de 61 anos, foi um dia especial. Vinda de Minas Gerais, ela tentou durante 30 anos conseguir a regularização de sua casa em Americanópolis, zona sul. Tereza foi a primeira moradora a receber o título das mãos da prefeita. "A gente nem dormia direito com medo de ter que sair. Agora estou tranqüila."Cerca de 150 famílias do Jardim Líbano, em Pirituba, zona oeste, também foram receber seus títulos. "Passamos por muita humilhação e ameaça de despejos. Agora, ninguém vai nos tirar de lá", comemorava os moradores Paulo Sérgio Onias.A entrega dos títulos faz parte do Programa de Regularização Urbanística e Fundiária em Favelas da Prefeitura, lançado no ano passado em parceria com o governo federal. "Há um ano o presidente Lula esteve aqui e firmou esse convênio", lembrou a prefeita. Ao todo, o programa está regularizando 160 áreas públicas na cidade.A compra e construção de prédios na região central faz parte do Programa Especial de Habitação Popular (PEHP), para qual o governo deve disponibilizar R$ 200 milhões este ano em oito capitais. "A reforma nos prédios começa já", garantiu o secretário municipal de Habitação, Paulo Teixeira.O ministro Olívio Dutra ressaltou que o governo está empenhado em investir em habitação e saneamento. "Se investirmos R$ 13 bilhões por ano, em 20 anos podemos universalizar o direito de moradia no Brasil."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.