Prefeitura retira canhão histórico encontrado na Zona Portuária do Rio

Peça será encaminhada para a Gerência de Monumentos e Chafarizes, no centro da cidade

estadão.com.br,

28 Fevereiro 2012 | 15h00

SÃO PAULO - A Prefeitura do Rio retirou na manhã desta terça-feira, 28, mais um canhão histórico encontrado durante as escavações das obras do Porto Maravilha, no Largo São Francisco da Prainha, na Praça Mauá, Zona Portuária da cidade. Ao todo, três peças já foram encontradas. Dois canhões foram localizados no último dia 13 e um na sexta-feria, 24. 

Equipes da Gerência de Monumentos e Chafarizes, da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, fizeram a retirada e o transporte do canhão, que tem 1,50 metro de comprimento e data do início do século XVII. Para o serviço foi utilizado um caminhão com cordas especiais para garantir a integridade das peças. O canhão será levado para o depósito da Gerência, no centro do Rio.

As peças históricas foram incorporadas ao patrimônio municipal e serão avaliadas por técnicos da Subsecretaria de Patrimônio Cultural e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), para posterior contratação do restauro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.