Prefeitura vai investir US$ 200 milhões no centro de São Paulo

A Prefeitura vai investir US$ 200 milhões no processo de requalificação da região central da cidade. O dinheiro será utilizado em reformas urbanas e programas sociais numa área que abrange bairros como Santa Cecília, Pari, Santa Ifigênia e a Avenida Paulista.Do total do dinheiro, 70% serão financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O empréstimo, que estava disponível desde 1996, teve de ser autorizado pelo Ministério do Planejamento, já que a Prefeitura foi proibida de contrair novos financiamentos após a renegociação da dívida do Município, em 1999.Segundo o secretário municipal da Habitação, Paulo Teixeira, parte do dinheiro será investida em habitações populares no centro, oficinas de reciclagem de lixo e novas áreas destinadas ao comércio ambulante. Além disso, será efetivada a remoção da Favela do Gato, na margem do Rio Tamanduateí.No centro, está prevista a recuperação de áreas degradadas, como a Praça Roosevelt e a região ao longo do Elevado Costa e Silva, o Minhocão. O mesmo deve ocorrer na área da Rua 25 de Março, Mercado da Cantareira e Palácio das Indústrias. O prédio será cedido para a Anhembi Turismo e Eventos da Cidade de São Paulo após a transferência do gabinete da prefeita para o Vale do Anhangabaú.A Prefeitura também vai reformar os calçadões e recuperar galerias pluviais. "É um passo importante para requalificar toda a área central", disse Teixeira. Segundo ele, uma missão do BID será enviada para São Paulo para acertar os detalhes do empréstimo. As obras devem começar no início de 2003 e irão até 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.