Presa dupla em ataque a candidato a prefeito da Grande SP

Dois homens foram detidos na noite desta sexta-feira, depois de terem agredido e, supostamente, tentado matar o candidato a prefeitura de Itaquaquecetuba (SP), Amando Tavares Filho, o Armando da Farmácia (PL). Ivan Alves Moreira, de 22 anos, e Luiz Tavares Oliveira, de 35 anos, atacaram o político quando ele se preparava para um comício no Parque Marengo, periferia da cidade. Segundo o candidato e outras testemunhas, ele foi cercado por oito homens, dois dos quais estavam armados com revólveres calibre 38. Armando da Farmácia entrou em luta corporal com eles, no mesmo momento em que chegaram policiais militares do Tático Comando M-35006. Os PMs autuaram a dupla em flagrante, na delegacia central, por tentativa de homicídio. Os demais agressores teriam fugido.Armando da Farmácia é considerado o principal oponente do atual prefeito, Mário Moreno, do PMDB, candidato à reeleição. Para os policiais que atenderam à ocorrência não há dúvida de que se trata de um atentado por motivos políticos. Moreira, que reside em Bertioga e tem passagens por porte ilegal de arma, roubo e homicídio; e Oliveira, que responde pelos mesmos crimes e também por tráfico de entorpecentes, negam ter tentado matar o político. Armando da Farmácia é acusado por um jornal local de mandar espancar um sindicalista, que apoia o atual prefeito. Porém, a resposta de seus partidários é de que a publicação está a serviço da administração local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.