Presa filha da mulher acusada de matar dois maridos

A adolescente D.R.O., de 17 anos, filha de Aparecida F. R., de 35 anos, que ficou conhecida como Viúva Negra por ter sido acusada de matar seus dois maridos, foi presa na noite de ontem pela polícia de Franca. A prisão de D.R.O. por 45 dias foi pedida à Justiça pelo promotor Fernando Andrade Martins, que teve o pedido acolhido pelo juiz da Vara da Infância e da Juventude, José Rodrigues Arimatéa.D.R.O. é considerada pela polícia local como cúmplice no assassinato do curtumeiro Carlúcio Dias de Almeida, de 47 anos, morto a golpes de machado, em Franca, região de Ribeirão Preto. A mãe da jovem, Aparecida, é acusada do crime. Segundo a polícia, D.R.O. assistiu à morte e não tomou nenhuma providência para evitar o crime. "Ela estava na sala, nada fez e ajudou a mãe e o namorado a ocultarem o corpo", disse o delegado Eduardo Bonfim, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG).A adolescente foi levada à Cadeia Feminina de São José da Bela Vista, onde está a mãe, que, há 11 anos, foi condenada a sete anos de prisão por ter matado o primeiro marido a facadas. Aparecida tem um filho de 5 anos do relacionamento com Almeida. O crime aconteceu pouco antes da virada do ano, no Jardim Aeroporto 2, dias depois de uma briga entre o casal. Ele teria descoberto uma traição da mulher e queria que ela fosse embora de casa, mas deixasse o filho.Depois da morte de Almeida, Aparecido e Elias levaram o corpo do curtumeiro em um carrinho de mão até um barranco, a 150 metros da casa, onde ele foi jogado. O corpo foi descoberto no dia 1º.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.