Presa quadrilha que preparava resgate de presos do PCC em Maringá

Policiais de Maringá e Sarandi, no norte do Paraná, prenderam nesta quinta-feira dez pessoas que integram uma quadrilha que estaria planejando invadir a Cadeia Pública de Maringá para resgatar, segundo a polícia, presos do Primeiro Comando da Capital (PCC). Eles são conhecidos na região por assaltarem propriedades rurais e ônibus de sacoleiros. Também foram apreendidos veículos, armas, celulares, munição e drogas. Segundo o delegado de Maringá, Antônio Brandão Neto, a quadrilha começou a ser investigada há um mês, quando outros nove integrantes foram presos depois de cometerem alguns assaltos. Entre os proprietários rurais que foram vítimas está o prefeito de Nova Olímpia e presidente da Associação dos Municípios do Paraná, Luiz Sorvos. A quadrilha foi flagrada em um condomínio fechado de chácaras, às margens do Rio Ivaí, em Ivatuba, próximo a Maringá. "Estavam todos dormindo", disse o delegado. Segundo ele, fazem parte da quadrilha pessoas do Paraná e de São Paulo. "Eles agiam nesta região do Estado, mas alguns integrantes desta quadrilha eram de São Paulo e faziam parte do PCC", acrescentou. Foram presos: Orlandino César Moreira, Edson Povoa Soares, Alaudair Marques de Miranda, Juliano Garcia Miranda, Mauro Arruda, Airton Francisco Cordeiro, Jocelene Aparecida de Oliveira, Claudicéia da Silva Tavares, Daiane Oliveira Martins e Andréia Barreto Costa.

Agencia Estado,

23 Fevereiro 2006 | 22h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.