Presa quadrilha que usava mototáxi para tráfico de drogas no PR

Dez homens seriam responsáveis por 50% do tráfico de Toledo, no PR; encomendas podiam ser feitas via internet

Evandro Fadel, de O Estado de S. Paulo,

18 de fevereiro de 2008 | 20h57

A Polícia Civil desarticulou uma quadrilha que seria responsável pela distribuição de cerca de 50% da droga comercializada em Toledo, a 540 quilômetros de Curitiba, no oeste do Paraná. Somente na manhã de desta segunda-feira, 18, foram presas sete pessoas - outras três foram presas durante as investigações. De acordo com a polícia, elas usavam uma empresa de mototáxi para fazer as entregas da droga. As encomendas podiam ser feitas pela internet. De acordo com o delegado de Toledo, Alexandre Macorin, as investigações começaram em setembro do ano passado, depois de denúncias de parentes de usuários. Em razão da interceptação telefônica, foi comprovado o uso da empresa de mototáxi para o trabalho.  Entre os presos, a maioria é motoboy, mas alguns tinham deixado a empresa e passaram a administrar o tráfico.  Segundo a polícia, eles realizavam mais de 100 entregas de cocaína e crack por dia. Na operação, foram apreendidos computadores, cinco motocicletas, celulares, agendas e material para manipulação de drogas. 

Tudo o que sabemos sobre:
Mototaxi, tráfico de drogas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.