Presa quadrilha suspeita de fraudar licitações em Paranaguá (PR)

Esquema causou prejuízos de quase R$ 500 mil em sete licitações realizadas no ano de 2006

estadão.com.br,

14 Fevereiro 2012 | 15h29

SÃO PAULO - Uma quadrilha suspeita de praticar diversas fraudes em licitações na Prefeitura de Paranaguá, no Paraná, foi presa nesta terça-feira, 14, pela Polícia Civil. O esquema fraudou aproximadamente R$ 500 mil em sete licitações realizadas no ano de 2006.

Os oito detidos foram levados para a sede no Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos (Nurce), em Curitiba. Eles devem responder pelos crimes de fraude a licitação, falsidade ideológica e formação de quadrilha. Entre os suspeitos está o ex-deputado estadual Waldir Turchetti da Costa Leite e a ex-presidente da Comissão de Licitações da Prefeitura de Paranaguá, Franciane Azevedo Ribeiro. Franciane não é funcionária municipal de Paranaguá há cerca de um ano.

Os agentes cumpriram nove mandados de busca e apreensão. Participaram da operação 26 policiais e 10 viaturas.

Fraude. As investigações apontaram que processos de licitação que deveriam ter sido realizados por meio da modalidade de Pregão Presencial foram realizados por Carta Convite, quando a prefeitura escolhe no mínimo três empresas para participar da disputa. De acordo com a polícia, havia um acordo entre empresas pertencentes a um mesmo grupo de pessoas que se beneficiavam do esquema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.