Presidente da escola de samba Estácio de Sá é morto

O policial civil e presidente da escola de samba Estácio de Sá, Flávio José Eleotéreo, foi encontrado morto por volta das 20 horas desta segunda-feira, 9, no bairro de Bonsucesso, na zona norte do Rio de Janeiro. O corpo do sambista estava dentro do porta-malas de seu carro em frente a um prédio abandonado.Segundo a escola de samba, Flávio havia dado expediente à tarde no barracão da agremiação onde se reuniu com a diretoria para tratar da festa dos protótipos para o carnaval de 2007.O presidente da escola deixou o local no início da noite pouco depois das 19 horas. O delegado Gilbert Stivanello que assumiu o caso trabalha com duas hipóteses: a de latrocínio, o roubo seguido de morte - o celular, a arma e a carteira de Flávio não foram encontrados, ou a de acerto de contas. Flávio José tinha 48 anos, era casado e estava há cinco anos na presidência da Escola de Samba Estácio de Sá. Ele estava afastado da Polícia Civil há um ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.