Presidente da Infraero depõe à CPI do Apagão na quarta-feira

Gaudenzi fala aos deputados a partir das 13 horas de quarta; técnicos da Infraero vão à comissão do Senado

Milton F.da Rocha Filho, da Agência Estado,

03 Setembro 2007 | 11h09

Sérgio Maurício Brito Gaudenzi, presidente da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), vai depor à CPI do Apagão Aéreo da Câmara às 13 horas de quarta-feira, 5. O relator da CPI, deputado Marco Maia (PT-RS), que apresentou o requerimento para a audiência, quer informações sobre as metas para a gestão da estatal.   Na terça-feira, 4, às 10 horas, a ouvidora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Alayde Avelar Freire Sant'Anna, fala aos deputados. À tarde, a partir das 15 horas, parlamentares da CPI visitam o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), em Brasília. Na quinta-feira, às 9 horas, será ouvido o gerente de Padrões de Avaliação de Aeronaves da Anac, Gilberto Schittini.   Na CPI do Apagão Aéreo do Senado, parlamentares vão ouvir, a partir das 11 horas de terça, Fernando Brendaglia de Almeida, Márcia Gonçalves Chaves e Mariângela Russo, servidores da Infraero. Na quarta-feira, em reunião marcada para o mesmo horário, os senadores ouvirão explicações dos servidores Tércio Ivan de Barros, Roberto Spinelli Júnior e José Wellington Moura.   (Com informações das agências Câmara e Senado.)

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.