Presidente do TRE de Sergipe sofre atentado

Homens armados tentaram matar desembargador em Aracaju e deixam ferido em estado grave o motorista, atingido por um tiro na cabeça

Antonio Carlos Garcia ESPECIAL PARA O ESTADO / ARACAJU, O Estado de S.Paulo

19 de agosto de 2010 | 00h00

Quatro homens armados com pistolas ponto 380 e escopetas tentaram matar, ontem de manhã, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Sergipe, desembargador Luiz Antonio Araújo Mendonça, de 61 anos. O ataque ocorreu por volta das 9 da manhã, na avenida Beira Mar, quando o desembargador seguia para o Tribunal de Justiça. Seu motorista, o cabo da PM Jailton Pereira Batista, 41, foi atingido por um tiro na cabeça e está em estado gravíssimo no hospital.

Segundo o secretário de Segurança, João Eloy Menezes, foi um crime encomendado - mas não disse por quem. "Foram muitos tiros, tudo muito rápido", disse uma testemunha do ataque. "Fiquei em pânico ao ver o carro todo alvejado", disse a mulher de Mendonça, a procuradora-chefe do Ministério Público, Maria Cristina Foz. O carro usado na operação, um Honda City placa NMC-6226, está em nome de um policial de Alagoas. Após a fuga, os criminosos atearam fogo ao carro e fugiram em um Citroen Xsara Picasso.

O desembargador Mendonça chegou a figurar uma suposta lista de pessoas marcadas para morrer, atribuída ao empresário e agiota Floro Calheiros Barbosa, que é seu inimigo declarado e fugiu da prisão em Aracaju, dia21 de dezembro de 2008.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.