Presidente em exercício elogia programa de Marta Suplicy

O presidente da República em exercício, José Alencar, deu hoje um empurrão na candidatura da prefeita Marta Suplicy (PT) à reeleição. Ao discursar no Ato Cívico dos 450 anos da cidade, realizado no Pátio do Colégio, Alencar lembrou uma das principais vitrines da gestão petista, os recém inaugurados Centros de Educação Unificados (CEUs). ?Observo com alegria o quanto já se fez nesse resgate da fraternidade pela justiça social?, afirmou. ?Programas sociais voltados para a periferia, como a rede de Centros Educacionais Unificados, o CEUs, criado pela prefeita Marta Suplicy, que nos enchem de esperança e de entusiasmo?.A seguir leia a íntegra do discurso:Uma cidade não é apenas sua população, seus edifícios, sua indústria, seus congestionamentos. Uma cidade é, por excelência, o espaço da cidadania. É a mais audaciosa experiência humana de construção coletiva de um destino comum. São Paulo, com seus mais de 10 milhões de habitantes, é o grande laboratório da aventura democrática e pluralista da nação brasileira. Este é o sentido profundo do que comemoramos, hoje, os 450 anos desta gigantesca metrópole, desta querida cidade.Quem não se impressiona ao descobrir seus encantos? São Paulo é, acima de tudo, um entrelaçamento de vidas que pulsam como um grande coração. São Paulo nasceu e cresceu como um mosaico cosmopolita formado de muitas etnias. Aqui chegaram imigrantes das mais diversas nacionalidades. Foram recebidos de braços abertos, constituíram famílias, formaram seus filhos junto com a cidade e com o país, que acolheram como pátria.Foi assim que a metrópole se consolidou como ponto de encontro de cultura, de trabalho, ciência e arte. Uma cidade que nunca envelhece, porque se renova numa correnteza de talento, garra e sonhos.O café encontrou aqui os caminhos de ferro, que se entrecruzavam para unir o interior ao litoral. Esse alicerce formado por migrações, lavoura, ferrovia e porto exportador construiu a pujança industrial que enriquece São Paulo e o Brasil. Mais do que isso: fez de todos nós, brasileiros de diferentes sotaques, parceiros orgulhosos deste sonho bem sucedido.Foi neste pátio do colégio, numa cabana de madeira de 90 metros quadrados, que tudo começou. Hoje, a capital estende-se por mais de 1500 quilômetros quadrados. São Paulo cresceu 270 vezes no século passado. Isso dá uma taxa de crescimento de mais de 7% ao ano. D uzentas e setenta vezes. A pequena vila derramou-se por uma área metropolitana, onde, agora, vivem 16 milhões de pessoas. Uma população inquieta e empenhada em combinar o progresso com a dignidade humana, para fortalecer a comunidade dentro da metrópole globalizada.Trata-se de resgatar os laços de solidariedade, para fazer da vida em São Paulo, na cidade, um sinônimo de convívio fraterno. Essa é a grande aventura do século que se inicia. Nela estão envolvidas todas as forças vivas da cidade e as três esferas do go verno ? municipal, estadual e federal.Observo com alegria o quanto já se fez nesse resgate da fraternidade pela justiça social. Programas sociais voltados para a periferia, como a rede de centros educacionais unificados, o CEU, criado pela prefeita Marta Suplicy, que nos enchem de esperança e de entusiasmo.Meus amigos e minhas amigas, É com energia renovada que festejamos, hoje, o aniversário de São Paulo, com a certeza de que fazemos parte de um ciclo regenerador do desenvolvimento. A exemplo da industrialização no passado, São Paulo e o Brasil, avançam nessa nova empreitada. Ela simboliza o grande horizonte da utopia paulistana no século XXI e, ouso dizer, o compromisso maior de sua renovação histórica neste 25 de janeiro.Não posso terminar sem trazer, aqui, para todos vocês, para as excelentíssimas autoridades aqui presentes, as palavras de cumprimento, de congratulações do nosso presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que gostaria de estar presente às comemorações dos 45 0 anos da cidade de São Paulo, mas compromissos maiores o levaram a uma viagem à Índia. E nós sabemos o quanto têm sido proveitosas para o nosso país essas viagens do presidente Lula.Mas ele deixou também o seu abraço de congratulações, o seu abraço de parabéns para todos os paulistanos que, hoje, comemoram o aniversário de 450 anos da cidade de São Paulo. Muito obrigado.

Agencia Estado,

25 de janeiro de 2004 | 14h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.