Presídio do Roger é palco de mais um motim sangrento em João Pessoa, PB

Dois presos foram mortos e 13 ficaram feridos; motim foi motivado por rivalidade entre facções

estadão.com.br,

28 Outubro 2011 | 05h22

SÃO PAULO - Com um histórico de diversas rebeliões e mortes, a Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega, mais conhecida como Presídio do Roger, na região central de João Pessoa (PB), foi mais uma vez palco de um sangrento motim, iniciado por volta 12 horas de quinta-feira, 27.

 

A rivalidade, dentro e fora do complexo, entre as duas facções criminosas que disputam o tráfico de drogas em parte da capital paraibana resultou em uma rebelião com dois mortos e 13 feridos. O motim teve início após chegar aos detentos a informação da morte, com requintes de crueldade, do traficante Henrique da Silva de 19 anos, o "Richard".

 

Um dos mortos na rebelião foi identificado como Jean Carlos dos Santos. O outro, de aproximadamente 35 anos, que não teve ainda a identidade informada, foi baleado e morreu quando era atendido no Hospital de Trauma. Alisson Gonçalves Costa, de 26 anos, continua internado em estado moderado. Os outros 12 feridos já receberam alta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.