Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Presídio em Itabirito é esvaziado após aumento de risco em barragem

Barragens de Forquilha I e Forquilha III, da Vale, tiveram elevação para nível 3 de emergência; 113 presos foram transferidos para penitenciárias da região

Leonardo Augusto, Especial para O Estado de São Paulo

29 de março de 2019 | 09h27

BELO HORIZONTE - Um presídio de Itabirito, na Grande Belo Horizonte, foi evacuado depois da elevação para nível 3 de emergência, que significa rompimento a qualquer momento, das barragens de Forquilha I e Forquilha III, da Vale, no município vizinho de Ouro Preto. Segundo informações da Secretaria de Administração Prisional (Seap), 113 presos foram transferidos nesta quinta-feira, 28, para penitenciárias da região.

Na quarta-feira, as duas barragens, e ainda a B3/B4, que fica em Nova Lima, próximo ao distrito de São Sebastião das Águas Claras, conhecido como Macacos, também da Vale, tiveram elevação do nível de emergência, depois de auditoria contratada pela mineradora se negar a conceder laudo de estabilidade para as estruturas.

Segundo a Seap, a medida é preventiva, "visando resguardar a vida dos detentos sob custódio da secretaria". 

Nesta sexta-feira, 29, moradores de Santa Barbara, também na Grande Belo Horizonte, passam por simulado de rompimento de barragem. O teste será feito depois de outra represa da Vale, da mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais, município vizinho a Santa Barbara, entrar, na sexta-feira, 22, em alerta de rompimento iminente. Na segunda-feira, 25, moradores de Barão de Cocais passaram pelo simulado, que é realizado pela Defesa Civil do estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.