Preso abre algemas com clipe e escapa da polícia

O gaúcho Alexandre Gonçalves, de 25 anos, que cumpre pena por roubo na Cadeia Pública de Jundiaí conseguiu escapar da escolta feita por investigadores na 1ª Vara Criminal do Fórum de Jundiaí. Por volta das 16h desta quarta-feira, ele teria furtado um clipe da mesa da secretária do juiz Maurício Garibe e abriu as algemas de mãos. Em seguida, correu pelas escadas do Palácio da Justiça, com as algemas de pés também se soltando.O investigador "Carlão", da Delegacia Seccional da cidade, usou uma metralhadora para intimidar o preso, que não parou. Ele invadiu o expediente da 6ª Vara Cível, pulou de uma sacada e percorreu três ruas, ingressando em ônibus urbano, até ser preso novamente.Ninguém saiu ferido. Pelo menos cinco perfurações da metralhadora foram contadas em portas, janelas e em uma lanchonete do outro lado da rua. Policiais alegaram que as algemas compradas pelo Governo do Estado é que são fracas, para serem abertas com um simples clipe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.