Preso acusado de emitir notas fiscais frias para quadrilha

A Polícia Federal prendeu nesta segunda o empresário Vanderlei Celestino de Oliveira, de 52 anos, morador em Cambé, no norte do Paraná. Oliveira foi detido em flagrante em Catanduva (SP), quando estaria entrando em uma usina de álcool para entregar notas fiscais frias, utilizadas na sonegação de imposto.Ele seria o responsável por produzir as notas fiscais para a quadrilha que atua no setor de combustíveis adulterados e que começou a ser desbarata no Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.A denominada operação Poeira no Asfalto, no Paraná, começou por volta das 5 horas da manhã, com cerca de 20 policiais cumprindo, além do mandado de prisão, outros cinco de busca e apreensão de documentos. Foram vasculhadas residências, escritórios e gráficas.Na operação foram recolhidas mais de 600 notas fiscais, documentos, agendas telefônicas e computadores. O material foi levado para a delegacia da PF em Londrina, de onde seguiria para o Rio de Janeiro.

Agencia Estado,

08 de novembro de 2004 | 19h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.