Preso acusado de participar da morte de delegado no Rio

A polícia prendeu neste domingo o traficante Renato dos Santos Afonso, o Chapoca, acusado de traficar drogas da favela Roquete Pinto, no Complexo da Maré, no Rio, área marcada nas últimas semanas por violentos combates entre traficantes e policiais. Ele confessou ter participado do tiroteio que provocou na sexta-feira a morte do delegado Roberto Ubiratan Dias da Silva, de 34 anos, que estava em incursão na favela.Baleado na perna direita, ele está internado numa clínica da zona oeste da cidade. Com a prisão, a polícia espera agora prender os outros três bandidos que participaram da ação contra o delegado.Na sexta-feira, o delegado recebeu três tiros de fuzil no queixo, ombro e pescoço. Duas granadas chegaram a ser lançadas contra o carro que ele ocupava. No confronto, outros dois policiais ficaram feridos, mas sem gravidade. O crime desencadeou uma operação com 250 policiais. A intenção do grupo era a de localizar um dos líderes da facção criminosa Terceiro Comando, Nei da Conceição Cruz, o Facão, que estaria escondido na Roquete Pinto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.