Preso agricultor acusado de estuprar três irmãs

O agricultor Martins Borges Leal, de 69 anos, foi preso na noite desta quarta-feira, na cidade de Nova Olímpia, a 200 quilômetros de Cuiabá, acusado de atentado violento ao pudor, estupro e sedução de três menores.Segundo denúncia do Ministério Público e do Conselho da Criança e do Adolescente, há três meses ele mantinha relações sexuais comtrês irmãs, de 4, 11 e 17 anos.De acordo com o promotor Paulo Prado, o aposentadoconfessou o crime, mas disse à polícia que eram as garotas que o procuravam. O agricultor dava até R$ 15 para cada uma das menores.Além das três menores, há uma denúncia, ainda não confirmada, de que o agricultor teria violentado outras menores na cidade.A denúncia foi feita há duas semanas ao conselho por vizinhos do agricultor, que estranharam o movimento na casa. Revoltados com o comportamento do agricultor, que morava sozinho, alguns moradores ameaçaram linchá-lo.Por segurança, ele foi transferido para a delegacia da cidade de Barra do Bugres.De acordo com o presidente do Conselho da Criança e do Adolescente de Nova Olímpia, José Carlos Mariano, este é o terceiro caso de pedofilia no município de 14 mil habitantes."Para um homem que comete um crime de abuso sexual, não faz diferença se ele deseja uma criança de sete anos ou uma pessoa de 37 anos", disse o promotor."É necessário que os pais fiquem atentos para ver se os filhos estão trazendo dinheiro ou comidas, tipo bolachas ou chicletes, para dentro de casa."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.