Preso causa princípio de rebelião em Sorocaba

Um preso que usava um telefone celular tomou um agente penitenciário como refém e causou um princípio de rebelião no fim da tarde de hoje, na Penitenciária Estadual de Sorocaba. O agente surpreendeu o preso falando ao telefone e tentou apreender o aparelho. Outro detento, munido de uma faca, ajudou a render o funcionário. Eles ameaçavam matá-lo caso os outros agentes se aproximassem. Houve início um tumulto no presídio envolvendo parte dos 940 presos. A administração da penitenciária pediu reforço à Polícia Militar. Segundo os policiais, o diretor do presídio, Hugo Berni Neto, negociou a libertação do agente. Ele nada sofreu. O celular foi apreendido. Os presos que atacaram o agente serão transferidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.