Preso em BH detetive acusado de matar modelo

A polícia de Belo Horizonte prendeu esta manhã o detetive particular Reinaldo Pacífico, ex-namorado de Cristiana Ferreira, modelo morta num quarto de hotel na capital mineira em agosto de 2000. Reinaldo estava vivendo na casa de evangélicos e se passava por pastor. Reinaldo Pacífico estava foragido há mais de três meses quando teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. Em fevereiro o Ministério Público concluiu as investigações sobre a morte da modelo e o indiciou como autor do crime.Na época da morte de Cristiana a polícia concluiu que foi suicídio. O processo foi reaberto pelo Ministério Público em outubro do ano passado diante das evidências de homicídio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.