Preso em ônibus com coquetéis molotov disse ser membro do PCC

Um homem foi preso, no início da noite de terça-feira, em um ônibus, na da Rua Pascal com a Av. Vereador José Diniz, no bairro de Campo Belo, zona sul da capital paulista, portando dois coquetéis molotov. Segundo policiais militares do 12º BPPM, ele entrou no coletivo e começou a ameaçar os passageiros afirmando que iria incendiar o veículo. Uma pessoa que da calçada avistou a ação do criminoso, avisou a polícia e o ônibus foi interceptado. Ao ser detido, ele afirmou ser integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital). O homem foi levado ao 27º Distrito Policial, no Campo Belo, onde foi autuado em flagrante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.