Preso empresário acusado na CPI do Narcotráfico

Policiais de Campinas prenderam o empresário Ronaldo Pereira Alves, acusado de envolvimento com uma quadrilha de roubo de cargas e tráfico de entorpecentes, liderada pelo também empresário William Sozza. Alves era procurado: sua prisão preventiva foi decretada há pouco mais de dois anos. O acusado estava em uma chácara que pertence a seu irmão, Wilson Pereira Alves, em Valinhos (SP). A polícia também deteve Wilson por porte ilegal de arma. Ele pagou fiança e foi liberado. O Grupo de Ação contra o Crime Organizado e a Polícia Militar fizeram o flagrante. As denúncias contra Alves e Sozza foram feitas durante a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Narcotráfico, em 1999. Os parlamentares estiveram em Campinas colhendo diversos depoimentos e chegaram à quadrilha de Sozza. Ele foi detido no final de 2000, em um centro de umbanda na cidade de Porto Ferreira, depois de passar um ano foragido. Sozza está preso em São Luiz, no Maranhão. Além das acusações sobre narcotráfico e roubo de carga, ele responde a um processo no qual é suspeito de ter participado da morte de um delegado maranhense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.