Preso funcionário acusado de torturar menores na Febem

Foi preso ontem em São Paulo um dos 14 funcionários da Fundação do Bem-Estar do Menor Febem (Febem), acusados de torturar menores na unidade de Parelheiros, na capital paulista. Os outros 13 continuam foragidos. Joel Evaristo Miguel foi detido nesta quarta-feira quando caminhava numa avenida da zona sul da cidade. A prisão preventiva dos 14 funcionários da Febem foi decretada no final do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.