Preso grupo suspeito de fazer escolta de contraventor no Rio

Ação foi desencadeada após denúncia informar que o contraventor seguia para uma clínica

estadão.com.br,

30 Março 2012 | 16h27

SÃO PAULO - Cinco pessoas foram detidas na manhã desta terça-feira, 30, sob suspeita de realizar escolta armada do bicheiro Rogério Andrade, no Rio de Janeiro. A ação foi desencadeada após a corporação receber uma denúncia de que o contraventor seguia para uma clínica de cirurgia plástica.

No veículo que realizava a escolta foram abordados dois policiais militares - sendo um lotado no 17º BPM (Ilha do Governador) e um PM reformado, um ex-PM, além de homens que alegaram estar procurando emprego. Na ação, foi encontrada apenas a arma particular do policial ainda na ativa.

Os detidos prestam esclarecimentos na Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (DRACO/IE). Os policiais militares serão encaminhados para a Corregedoria da PM e poderão ser expulsos da corporação caso seja comprovado o envolvimento desses servidores com o jogo do bicho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.