Preso homem de 77 anos suspeito de pedofilia

O técnico em eletrônica Sebastião Justus, de 77 anos, foi preso neste domingo por suspeita de pedofilia, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, após denúncia anônima. Os policiais da 56ªDelegacia de Polícia, em Comendador Soares, foram à casa do acusado e o encontraram com sete crianças, entre 7 e 15 anos, de ambos os sexos.Sebastião negou que tenha aliciado ou mantido relações sexuais com os menores, alegando que, todo domingo, as recebe em casa para que elas façam trabalhos domésticos, pagando de R$ 10 a R$ 15 pelo serviço.Os policiais, porém, encontraram fitas pornográficas compradas em bancas de jornal euma outra em que Sebastião aparece tocando violão para as crianças. ?Por enquanto ésó uma suspeita. Há indícios de que ele tenha cometido o crime. Vamos aguardar oexame de corpo delito para constatar ou não o abuso sexual?, afirmou a delegadaSandra Pinheiro.Um detalhe que chamou sua atenção foi o fato de o acusado ter uma câmera de vídeo instalada na parede e apontada na direção da cama. ?Os policiais relataram este fato, o que torna a suspeita ainda mais plausível?, disse Sandra.De acordo com a delegada, as crianças foram ouvidas em separado e todas corroboraram a versão de Sebastião. ?A impressão que me dá é que elasapresentaram um discurso pronto. De repente, foram orientadas a negar o abuso?, afirmou Sandra, ressaltando que um psicólogo deve acompanhar o caso para conversar com os menores e ver se eles estão falando ou não a verdade.Ela revelou que, até o momento, nenhum responsável apareceu para reclamar a guardade alguma das crianças. ?Elas podem ser moradoras de rua e por isso ninguém veio àdelegacia."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.