Preso homem que usava cartões de crédito com o nome de Demóstenes Torres

Suspeito foi preso no Ceará com dezenas de cartões de nome de empresários e políticos

Lauriberto Braga - Especial para o Estado de S. Paulo,

16 Agosto 2012 | 21h40

FORTALEZA - A polícia cearense prendeu nesta quinta-feira, 16, um homem suspeito de usar cartões de crédito do senador cassado Demóstenes Torres e do ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli. O delegado de Defraudações e Falsificações do Ceará, Jaime de Paula, disse que o homem foi preso com dezenas de cartões de empresários e políticos. "Ele usava os cartões dessas pessoas, que têm um bom limite", constatou Jaime de Paula.

Segundo o delegado, o suspeito era investigado desde maio passado. "Durante a investigação, ele viajou para Buenos Aires, usando um cartão de crédito em nome do senador cassado Demóstenes Torres", revelou Jaime de Paula, que não quis revelar o nome do preso.

Outra constatação da Polícia foi que o suspeito comprava produtos de luxo nas cidades por onde passava. O preso vai responder por falsificação de documentos e estelionato. Condenado pode pegar até cinco anos de prisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.