Preso integrante de quadrilha que assaltou ministro em maio

O último integrante ainda foragido da quadrilha que assaltou e agrediu o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luiz Fux, em maio, foi preso ontem de madrugada. Philipe Henriques de Medeiros, de 21 anos, estava numa casa em Cabo Frio, município da Região dos Lagos, e foi encontrado por policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), grupo de elite da Polícia Civil.Os outros três assaltantes já haviam sido capturados. Os agressores Ox Paschoal Neto, Alberto Lacerda Neto, o "Militão", e Felipe Pimentel de Oliveira Costa Vieira, apontado como líder do bando, são jovens de classe média da zona sul carioca, como Medeiros.Na noite de 23 de maio, os bandidos invadiram o apartamento de Luiz Fux, em Copacabana. Ao reagir, Fux foi agredido com golpes de marreta no rosto e nos joelhos. O ministro, de 50 anos, ficou bastante machucado e teve de ser submetido a uma cirurgia reparadadora na orelha. Os assaltantes fugiram levando jóias e dinheiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.