Preso mais um acusado de assassinar desembargador em Niterói, no RJ

Gilberto Fernandes foi morto durante tentativa de assalto na noite do dia 25 outubro; um jovem já foi preso pelo crime

Priscila Trindade - O Estado de S. Paulo,

02 Novembro 2012 | 12h03

SÃO PAULO - Foi preso na noite desta quinta-feira, 1, mais um acusado de matar o desembargador Gilberto Fernandes, em Niterói, Região Metropolitana do Rio, na noite do dia 25 outubro. Ele foi vítima de uma tentativa de assalto.

Rodrigo Moraes Pereira foi preso por policiais da 74ª DP (Alcântara) no bairro Maria Paula, em Niterói. Ele será ouvido na 77ª (Icaraí).

Jeferson Siqueira Barcelos, de 19 anos, já foi preso pelo crime. Ele foi reconhecido por sua mãe por meio das imagens de câmeras de vídeo e confessou a participação na morte do desembargador. Barcelos afirmou que o tiro que acertou a vítima foi disparado pelo seu comparsa Pereira.

O desembargador estacionava seu carro na Avenida Sete de Setembro, em Icaraí, quando foi abordado pela dupla que caminhava na calçada. Depois, os suspeitos fugiram a pé. Fernandes foi atingido por dois tiros, na cabeça e no pescoço. Ele chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Estadual Azevedo Lima, mas não resistiu à cirurgia.

Mais conteúdo sobre:
Niterói desembargador Gilberto Fernandes

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.