Preso mais um acusado de integrar "gangue" do Denarc

A Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo prendeu um informante suspeito de participar do esquema de corrupção mantido por policiais do Departamento Estadual de Investigações sobre Narcóticos (Denarc). Trata-se de Givanildo José de Lima Siqueira Campos, o ?Neguinho?, filmado pelo Ministério Público Estadual ao lado dos investigadores José Carlos de Castilho e Mauro Cezar Bartholomeu durante uma suposta extorsão na área conhecida como Cracolândia, no centro de São Paulo.A prisão temporária de Neguinho foi decretada pelo Departamento de Inquéritos Policiais a pedido do delegado Osmar Ribeiro Santos. O informante foi preso na madrugada de hoje, na Cracolândia, bairro de Santa Ifigênia, onde agiam os policiais.Os promotores do Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado ofereceram denúncia - acusação formal - contra os cinco investigadores. Todos foram acusados de tortura, contrariando as previsões. Esperava-se que só três fossem denunciados por esse crime, considerado hediondo.Os policiais foram denunciados ainda por abuso de autoridade, roubo e concussão (extorsão praticada por funcionário público). Hélio Carlos Barba é acusado de roubo, cinco torturas e abuso de autoridade; Alessandro Ramos da Silva, de três torturas e abuso de autoridade; Guilherme Barbosa Palazzo, de duas torturas e abuso de autoridade; Castilho, de três concussões e duas torturas; e Bartholomeu, de duas concussões e tortura. Todos estão presos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.