Preso mais um envolvido na morte de Almir Chediak

A polícia prendeu na madrugada de hoje, por volta de cinco horas, na rodoviária de Petrópolis, Região Serrana do Rio, Roberto Carlos dos Prazeres, o Robertinho, apontado como o assassino do produtor musical Almir Chediak. O acusado embarcaria para o Rio, quando foi surpreendido pelos policiais. De acordo com a polícia, o caso está elucidado. Generino Pedro da Silva, preso ontem, confessou participação no assalto, mas acusou Robertinho de ter matado Chediak. Silva foi reconhecido pela namorada do produtor musical, a cantora Sanny da Costa Alves, que estava com ele no momento do crime, mas foi liberada em seguida por Silva. Na delegacia, ele contou que foi convidado para o assalto por Robertinho, mas que este decidiu matar Chediak porque foi reconhecido pelo produtor como caseiro de um sítio próximo à casa dele. Silva contou ainda que depois de matar Chediak Robertinho ordenou que ele (Silva) fizesse o mesmo com a cantora. No entanto, ela foi deixada na BR-040 (Rio-Juiz de Fora). Os dois acusados estão na 106ª Delegacia de Polícia, em Itaipava, distrito de Petrópolis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.