Preso mais um sequestrador da família Oliveira

A polícia Civil de Campinas prendeu na noite de sábado Ademir Francisco de Oliveira, de 38 anos, último integrante de uma das maiores quadrilhas de seqüestradores do País - a família Oliveira -, que há três anos participou do seqüestro do compositor Wellington de Camargo, irmão da dupla Zezé de Camargo e Luciano, em Goiânia. Foram presos também com ele a mulher Elaine Cristina de Oliveira, 22 anos, o cunhado Josias José dos Santos, 64 anos e a irmã Maria de Oliveira Martins, 30 anos, que está sendo acusada de ter participado do seqüestro de um fazendeiro em Araguaia-GOAdemir é suspeito de ter participado de pelo menos outros 12 seqüestros, em Minas Gerais e São Paulo - a maioria deles na região de Campinas. Só no último seis meses são lhe atribuídos quatro seqüestros: a mulher de um empresário de Campinas, um empresário de Americana, o filho do ex-prefeito de Santa Bárbara d´Oeste e o dono da rede de lojas G. Aronson, de São Paulo.O seqüestrador foi surpreendido pelos policiais quando participava de um churrasco na casa do cunhado. A polícia desconfia que o local serviria de cativeiro, pois haviam 30 galinhas no quintal. A polícia aprendeu com o grupo uma pistola automática, um resolver e uma espingarda sofisticada, de alta repetição, além de muita munição. A Justiça de Goiânia expediu hoje mandato de prisão pelo crime que ele cometeu contra o compositor, naquele estado, para onde ele deve ser transferido. O seqüestrador já havia sido preso antes, mas um grupo acabou resgatando-o do 2º Distrito Policial. "Até que provem o contrário sou inocente", disse Ademir.

Agencia Estado,

29 de janeiro de 2001 | 17h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.