Preso na BA um dos mais procurados ladrões de banco do País

Um dos maiores assaltantes de banco do País, Altamir Siqueira Ramos, está preso no 7º Distrito Policial do Rio Vermelho em Salvador, na Bahia. Conhecido como "Mirinho", ele chefiou a quadrilha que, nos dias 8 e 9 de julho de 1990, praticou o quinto maior assalto a banco do mundo. Na ocasião, ele e seu bando passaram um fim de semana dentro do Banco Central na Bahia, de onde levaram enorme quantidade de dinheiro em moeda corrente da época. Altamir e outros oito ladrões foram presos, julgados e condenados, mas depois conseguiram fugir da Penitenciária Lemos Brito. Altamir é da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, e fugiu para Portugal onde, segundo a polícia, comandou assaltos a joalherias. Ele foi preso na casa de um comerciante, no Vale das Pedrinhas, em Salvador.Segundo a Globo News, Altamir alegou que está cumprindo pena em regime semi-aberto na Colônia Penal Lafayete Coutinho, mas não volta todas as noites para lá. Os policiais ainda estão apurando a atual situação do assaltante na Justiça. Antes do episódio do Banco Central, em 1990, ele também praticou um assalto ousado à Joalheira H. Stern, também em Salvador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.