Preso no Rio suspeito de integrar quadrilha na França

Agentes da Polícia Federal, ligados à Interpol, prenderam na noite desta quarta-feira um francês acusado de integrar um quadrilha especializada no roubo de veículos 4x4. Franck Raphael Garcia, 43 anos, desembarcava no cais da Vila do Abrãao, no Rio de Janeiro, quando foi detido. Garcia seria integrante de um bando que roubava carros na França e, posteriormente, os levava para países da África, especialmente para a Mauritânia e para o Senegal. No território africano, os veículos ganhavam documentos falsos para circular normalmente. A quadrilha agia desde 2003. Segundo a PF, informações de autoridades francesas revelam que, caso Garcia seja condenado no país, ele pode cumprir pena de até dez anos de prisão. A partir de outubro do ano passado, ele passou a ser procurado internacionalmente. O irmão do preso, Gerard Garcia, é apontado como chefe do esquema. Ele foi detido há oito meses na França. No Rio, Garcia residia na Vila do Abraão, em Ilha Grande - Angra dos Reis. O francês aumentava seu patrimônio através da compra de casas destinadas a aluguel, inclusive de um comércio, que funcionava como restaurante, bar e boate, localizado na melhor região da ilha.No momento da prisão, Garcia estava com a namorada brasileira, grávida, e não reagiu à prisão. Ele disse aos policiais, que pretendia se casar em abril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.