Preso no Rio traficante que entregava drogas em domicílio

Policiais da Delegacia de Atendimento ao Turista (DEAT) prenderam hoje em flagrante o traficante Adílson Bezerra de Vasconcelos, de 35 anos, quando ele entregava 150 gramas de maconha numa casa da Rua Júlio de Castilho, em Copacabana, zona sul. Bezerra, atuava há três anos no trecho que vai do Leme à Barra da Tijuca, na zona oeste, onde moram pessoas de classes média e alta. O traficante recebia as encomendas nas praias, lanchonetes e bares e depois entregava em casa.Segundo a delegada titular da Delegacia de Atendimento ao Turista (DEAT), Elizabeth Caires, Bezerra recebia até cheques pré-datados. Outro fator que chamou a atenção da polícia foi que o traficante é morador de Copacabana. "Ele é bem vestido e freqüenta as boates do bairro", disse. A delegada informou também que a droga vinha de outros estados e até do exterior, como é o caso do êxtase.A polícia estava investigando Bezerra há um mês, depois de informações passadas por turistas. A delegada disse que não foi difícil prendê-lo porque ele já tinha pontos certos de venda. "É um traficante do asfalto. Quem mora na zona sul não vai subir morro, quer segurança. O comércio da droga nesses bairros virou tão comum como se fosse um produto qualquer", disse ela.Com o traficante, foi encontrada uma lista com 50 nomes de "clientes", que o ele informou serem tanto de turistas como de pessoas de classe média e alta que moram na cidade. Bezerra foi autuado em por tráfico de drogas e pode pegar pena que varia de três a 15 anos de prisão. A polícia não revelou os nomes das pessoas que estavam na lista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.