AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Preso policial acusado de integrar quadrilha no PR

O soldado da Polícia Militar do Paraná Leily Pereira foi preso neste sábado pela Polícia Civil, acusado de integrar uma quadrilha responsável pelo assassinato de 18 mulheres, nos últimos três anos, em Almirante Tamandaré (Região Metropolitana de Curitiba).Pereira é o décimo policial preso por suposto envolvimento nos crimes. Os outros nove policiais ? oito PMs e um civil - foram presos no fim de abril último. Oito continuam na cadeia. Apenas o cabo Edinilson Sidnei de Camargo foi libertado, após um mês de prisão temporária, por falta de provas de seu envolvimento com a quadrilha.A prisão do soldado Pereira foi pedida pela delegada Vanessa Alice, que comanda as investigações do caso. Segundo a delegada, os policiais integram uma quadrilha envolvida em crimes como tráfico de drogas, contrabando de armas e desmanche de veículos.As vítimas seriam ligadas à quadrilha e teriam sido mortas por queima de arquivo. Os corpos eram deixados em locais ermos e suas roupas rasgadas, com o objetivo de simular crime sexual e confundir a perícia. Até o início deste ano, a polícia atribuía as mortes à atuação de um maníaco sexual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.