Preso porteiro acusado de matar a filha de 2 anos

A Polícia Federal prendeu em Foz do Iguaçu, na noite desta segunda-feira, o porteiro Antônio Leal Ribeiro, de 32 anos, acusado de ter matado a filha Camila Conceição Ribeiro, de 2 anos, em Belo Horizonte. Ele foi transferido nesta terça à tarde para a capital mineira.A criança foi morta por asfixia em um hotel de Belo Horizonte, no dia 8. O porteiro vinha sendo procurado pela polícia em quatro Estados. Segundo policiais, ele estava em Foz do Iguaçu havia alguns dias, onde trabalhava como vendedor de sorvetes.A polícia chegou até Ribeiro depois de rastrear telefonemas feitos por ele para seus parentes. O porteiro foi preso justamente quando fazia uma ligação em um telefone público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.