Preso resgatado em SP era ligado a Beira-Mar

Um dos presos resgatados hoje de manhã durante escolta no quilômetro 38 da Rodovia dos Bandeirantes é ligado ao traficante carioca Luíz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, e, no ano passado, a Polícia Civil de Avaré (SP) desarticulou uma tentativa de resgatá-lo. Os presos Leomar de Oliveira Barbosa e Marcelo da Silva Soares foram resgatados quando eram transportados por uma equipe do Departamento de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil de São Paulo para os presídios de Franco da Rocha e Assis, no interior do estado.O secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Marco Vinício Petrelluzi, determinou que fossem realizadas ainda hoje investigações detalhadas na ficha criminal dos dois presos para confirmar ou não as informações extra-oficiais de que eles seriam ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC), organização responsável pelas rebeliões de domingo em 22 presídios paulistas.Condenados por tráfico internacional de drogas, eles haviam sido chegado a São Paulo ontem para depor no Denarc e estavam retornando para os presídios quando foram resgatados por quatro homens armados com fuzis AR-15 que ocupavam uma moto e uma Parati. Um dos policiais da escolta foi baleado e o outro rendido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.