Preso responsável por ataques a bases da PM em Taboão

Agentes do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Delegacia Seccional de Taboão da Serra, na Grande São Paulo, detiveram Leidson da Silva Peixoto, de 29 anos, conhecido por "Carequinha" e "Miúdo", na noite desta terça-feira. Peixoto é um dos responsáveis pelos ataques a tiros ocorridos em 2003 contra as bases comunitárias da 01ª e 02ª Companhias do 36º Batalhão da Polícia Militar, em Taboão da Serra. O acusado foi detido em um bar da cidade paulista e não resistiu à voz de prisão dos investigadores. Peixoto, que chefia o tráfico de drogas em Taboão e Embu (SP), portava uma identidade falsa no momento da prisão e já tem passagens na polícia por homicídio e falsidade ideológica. Como há o risco de resgate, o criminoso será transferido da carceragem da Delegacia Central de Taboão para outro presídio na manhã de quarta-feira. A polícia informou que o criminoso costuma usar armamento de grosso calibre em suas ações, inclusive granadas.

Agencia Estado,

01 de setembro de 2004 | 01h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.