Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Preso responsável por morte de gatos em Campinas

O mistério do sumiço dos gatos da Lagoa do Taquaral, freqüentada área pública de lazer em Campinas, foi esclarecido por acaso, com a prisão do morador de rua José Francisco de Moraes. Ele foi flagrado por guardas municipais tentando invadir a sede do Parque, junto com outro homem não identificado, que conseguiu fugir. Alcoolizado, Moraes confessou aos guardas que pretendia furtar objetos para vendê-los e comprar bebida. De quebra, confessou também o assassinato dos bichanos. Disse que deu fim a pelo menos 20 deles, porque não gostava dos animais. Os gatos do Taquaral são alimentados por moradores das casas vizinhas, que de uns tempos para cá perceberam que o bando estava ficando menor, e chegaram a levar o caso para a administração do Parque. A estimativa é de que pelo menos 40 bichanos ainda perambulem pelo Taquaral. O flagrante do morador de rua foi feito pelos guardas José Ferro e Márcio Luís Cardoso, que ouviram a confissão e encaminharam Moraes para o 4º Distrito Policial da cidade, onde foi registrada a ocorrência, no sábado. Os moradores do bairro chegaram a suspeitar que a própria GM estivesse dando cabo dos animais. Moraes permanece detido. Ele deverá ser ouvido por policiais civis para confirmar as declarações que deu aos guardas.

Agencia Estado,

09 de maio de 2002 | 19h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.