Preso suspeito de matar mulher do presidente de escola de samba

A polícia do Rio prendeu nesta terça-feira Edimar Milioli da Silva, de 25 anos, suspeito de ser o assassino de Maria de Fátima Lima, mulher do presidente da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel, morta a tiros no dia 11. Três outros supostos integrantes da quadrilha também foram presos: Jane Selma Soares e Fábio Honório da Silva, no Espírito Santo, e André Aguiar, no Rio. Com Jane e Honório foram apreendidos uma pistola, uma carteira de identidade e um talão de cheque falsos. Segundo a polícia, a quadrilha assaltava comerciantes de jóias e matou Maria de Fátima porque ela teria descoberto a atividade criminosa do grupo.

Agencia Estado,

24 Junho 2003 | 21h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.