Preso suspeito de matar Toninho do PT

Foi preso no início da noite de ontem o fugitivo Marcelo Metidieri Meirelles, 28, conhecido como "Cigano" e suspeito de matar o prefeito de Campinas, Antonio da Costa Santos, o Toninho do PT. Meirelles, que já estava foragido no dia em que Toninho foi assassinado, foi preso com uma pistola 9mm e munições importadas, da marca Luger, de uso exclusivo do Exército. Essas munições são caras e raramente apreendidas pela polícia e são iguais as munições que atingiram o prefeito de Campinas.Meirelles está foragido do Cadeião da Praia Grande (Dacar 10), litoral sul paulista e foi preso na saída do Terminal Rodoviário de Bertioga, também no litoral sul. Ele cumpria pena no Dacar 10 por roubo e conseguiu escapar dos policiais durante um depoimento no Fórum de Peruíbe. O fugitivo portava passagens de Campinas, e, ao perceber a presença da polícia na saída do terminal rodoviário, mostrou-se muito nervoso e tentou esconder o rosto.O delegado José Aparecido Cardia, no Distrito Policial de Bertioga, registrou boletim de ocorrência de porte ilegal de arma e captura de foragido.Os dados de Marcelo, inclusive sua foto e impressão digital, serão enviados a Campinas. A polícia comparará as impressões digitais deixadas em um Vectra batido, apreendido próximo ao local do assassinato em campinas, às digitais de "Cigano".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.