Preso suspeito de ter atingido estudante assassinado no Rio

Polícia chegou ao homem após denúncia anônima; ele teria disparado contra desafeto e acertado universitário

Pedro Dantas, O Estado de S.Paulo

23 de janeiro de 2009 | 16h45

Um homem apontado por denúncia anônima como o autor do disparo que matou o universitário Victor Emanuel Muanis, de 23 anos, no dia 16, foi detido na madrugada desta sexta-feira, 23, por policiais do 13.º Batalhão de Polícia Militar da Praça Tiradentes e liberado após prestar depoimento na 7ª Delegacia de Polícia (Santa Teresa) pela manhã. Veja também:Tiro pode ter vindo de briga, diz polícia do Rio De acordo com um telefonema ao Disque-Denúncia, o acusado estaria na Lapa na mesma noite, teria atirado contra um desafeto e atingido o universitário. Com passagens por roubo, furto e lesão corporal, o suspeito foi detido na Rua do Riachuelo, na Lapa, e depôs acompanhado da mulher. De acordo com o delegado da 7ª DP, Marcos Antônio da Silva, ele foi liberado por falta de provas. Investigadores passaram toda esta manhã em diligências, mas não prestaram informações sobre o caso. Estudante de engenharia naval da UFRJ, Victor foi baleado quando bebia com os amigos na Rua Silvio Romero, na Lapa, por volta das 3 horas, perto de um carro com as portas abertas e o som ligado, após assistir a uma roda de samba. O barulho provocado pelos jovens é alvo de frequentes reclamações dos moradores da rua residencial.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaRio de JaneiroLapaUFRJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.