Preso troca de roupa com irmão e foge de cadeia em SP

Uma fuga chamou a atenção no Presídio de Marília, no interior de São Paulo. Everton Souza, que cumpria pena de seis anos por tráfico de drogas desde outubro de 2006, fugiu com a roupa e os documentos do irmão, Jefferson Carlos de Souza, que fazia uma visita ao detento. Everton saiu do local pela porta da frente, após enganar o sistema de segurança com câmeras existente no local. A fraude só foi descoberta por volta das 16h30, quando detentos disseram aos funcionários que havia um visitante na cela 70 do pavilhão B. Jefferson disse aos policiais que, ao chegar para a visita, tomou um suco de laranja oferecido pelo irmão, dormiu e quando acordou já estava vestido com o uniforme de presidiário e Everton havia abandonado o local com as suas roupas. Mesmo diante da afirmativa de que não participou da troca de roupa, porque dormia, o irmão do preso foi indiciado por facilitação de fuga e poderá responder ainda por crime contra a administração penitenciária. Porém, vai responder em liberdade. A Secretaria de Administração Penitenciária abriu sindicância para apurar responsabilidade dos funcionários encarregados do controle das visitas. Há pelo menos uma divergência a ser esclarecida. Os registros da penitenciária classificam Everton como alto, branco, magro e calvo e a ficha de visita descreve Jefferson como de estatura mediana, pele branca e cabelos curtos, o que dificultaria confundir um com o outro. Esta matéria foi alterada às 15h54 para acréscimo de informações.

Agencia Estado,

13 Fevereiro 2007 | 09h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.