Presos 11 acusados de fraudar financiamento de carros no PR

A Polícia Civil de Toledo, no oeste do Paraná, prendeu nesta sexta-feira 11 pessoas acusadas de participarem de uma quadrilha especializada em fraudar financiamentos de veículos. Outras duas, que também estão com prisão decretada, estão foragidas. Em buscas e apreensões foram coletados falsos holerites, documentos de veículos, uma arma e computadores. A operação foi desenvolvida em Toledo, Cascavel e Marechal Cândido Rondon.De acordo com a polícia, em um primeiro levantamento calcula-se que mais de 30 motocicletas e veículos foram identificados como adquiridos por meio desse golpe. "Os crimes investigados devem ter causado prejuízos que devem chegar a meio milhão de reais", calcula o delegado de Toledo, Júlio Reis. Pelas investigações, os carros eram adquiridos em nomes de "laranjas" e depois vendidos no Paraguai.Um dos integrantes ia com o "laranja" a uma loja de veículos. Este "emprestava" o nome para a compra, mas as outras informações eram falsas. Um empresário, acusado de participar da quadrilha, era indicado para confirmar os dados do falso holerite. Somente depois de alguns meses, quando a concessionária ia atrás dos atrasos das parcelas, era informada que o veículo já havia sido vendido. "As empresas chegavam a desistir de encontrar, pelo custo que é para recuperá-los", disse o delegado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.