Presos 47 acusados de sequestrar 80 empresários

A Delegacia Especial de Investigações Criminais (Deic) de Santa Catarina prendeu nesta terça-feira 47 pessoas acusadas de pertencerem a uma quadrilha de seqüestradores. O grupo, que seria formado por 57 pessoas, seqüestrou mais de 80 empresários de todas as regiões do País, segundo a polícia. Um dos cativeiros foi estourado hoje em Joinville, onde um casal gaúcho e o filho eram mantidos como reféns. A quadrilha ofereceu ao empresário uma carga de arroz a um preço bem abaixo do mercado marcou com ele o local da entrega do produto. Na chegada, o homem foi rendido com a família e passou algumas horas no cativeiro. Depois de render os empresários oferecendo mercadorias, principalmente cargas de grãos, a preços inferiores aos de mercado, a quadrilha entrava em contato com as famílias e negociava valores de resgate entre R$ 50 e R$ 150 mil.O secretário estadual de Segurança Pública e Defesa do Cidadão, João Henrique Blasi, disse que as operações renderam R$ 4 milhões aos criminosos. Segundo ele, há seis meses a Polícia Civil catarinense trabalhava no caso. "Estamos decidindo para onde encaminhá-los, já que o Estado sofre com o problema da superlotação", disse na noite de hoje.A quadrilha é formada por catarinenses, paulistas, gaúchos e paranaenses. A esperança do diretor da Deic, delegado Valdir Cesar Padilha, é prender nos próximos dias os dez seqüestradores que ainda estão livres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.